Olivia Palermo

Ela é referência de estilo, dona de um bom gosto inconfundível, famosa por misturar lé-com-cré e não errar nunca. Além disso, já foi vilã de reality show e há pouco tempo ficou noiva desse cara aqui, (que só podia ser alemão, diga-se de passagem <3). O cartão de visitas tá bom ou quer mais?

1

O guarda roupa é invejável, mas a verdade é que Olivia fica bem com tudo. Bônus para a maquiagem e o cabelo sempre feitos, o que ajuda em muito o visual, mas mesmo quando vai levar totó (ou sei lá o nome do cachorro) pra passear, a cara lavada é uma pele perfeita + óculos escuros, e ninguém nem percebe que ela saiu sem maquiagem.

2

Ela usa de tudo. Muita calça jeans, couro, pele, camiseta, moletom, salto, tênis, macacão com bota. E fica linda. O segredo, além do bom gosto, é a postura. Olivia tem aquela postura de quem caminha e diz “abram, súditos”. Quem se sente bem no que está vestindo normalmente segura o que for. #fikaadika #plebe

3

É o high-low que deixa tudo tão legal e fora do comum. Quando a gente tá esperando um salto, Olivia veste tênis, quando espera um moletom, ela vai de casacão de pele. Admiro muito quem se veste assim, seguindo a própria intuição e confiando no próprio estilo (mas com noção, ok, noção!). A chance de Olivia sair na rua e encontrar alguém vestindo a mesma coisa é… tipo… zero. E isso é bem legal.

4

Ó que gracinha que fica com tênis. E pasmem, esse primeiro é um Nike Free Run, daqueles de acadjimia, num look que eu usaria já. Muito amor!

5

E um jeans + camisa branca, e jeans + jeans, provando que se vestir pro trabalho pode ser bem legal e que você é que é entendiante. Olivia poderia ter o seu guarda roupa e te deixar no chinelo, e é por isso que Olivia Palermo… pega o Johannes e você não é Olivia Palermo.

Entendeu meu ponto?

Ela é a Cara

Cara Jocelyn Delevingne é modelo, tem 21 anos e um je nes sais quois que ultrapassa todas as barreiras. É a “star face” do mundo da moda, maluca que só ela, vive aloprando no Instagram e nem polemizando à la Kate Moss ela consegue ser menos idolatrada. Karl Lagerfeld foi quem disse tudo: ela não é a mais nova Kate Moss. Ela é Cara Delevingne. Ba-dun-tss. Quer mais?

Captura de Tela 2013-11-12 às 00.02.12

Ela é irmã de Poppy Delevingne, e não é para menos. Eita genética. Não bastasse ser linda de doer, ela ainda segura tudo que coloca no corpo. Sem brincadeira. Cara pode vestir um tricot dos Simpsons num dia e desfilar de Burberry no outro, e vai parecer que nasceu para usar os dois. Vai entender…

Captura de Tela 2013-11-12 às 00.01.34

Ela passa por todas as fases, do grunge-mendigagem ao grunge-cool. Muita sobreposição, botas e senso de humor depois, o resultado é bem positivo. Em parte, porque é Cara. Se eu saísse na rua assim ganhava esmola, crtza.

Captura de Tela 2013-11-12 às 00.01.50

Ainda assim, o meio termo é a essência dela. Esse look do meio, com o casaco vermelho xadrez, é meu preferido de todos os tempos. Meio grunge, meio arrumadinho, meio modelo fora do serviço, uma graça. E daqui em diante já dá pra começar a copiar…

Captura de Tela 2013-11-12 às 00.02.01

Principalmente quando os tons são neutros. Aí o grunge dá mais espaço ao lado modelo dela, com muita skinny, jaqueta de couro e bota. Sem erro, altamente copiável e lindo, muito lindo.

Captura de Tela 2013-11-12 às 00.01.25

E quando o tapete é vermelho, Cara encara a responsabilidade. Sabe que estilo, estilo, dresscode à parte, e respeita. E samba na cara da sociedade. Apesar de o Burberry da foto do meio ser de cair o queixo, foi o último look que arrancou todos os meus suspiros. Chique, sexy e fiel ao estilo dela, até a última gota.

Captura de Tela 2013-11-12 às 00.01.17

E como eu adoro me alongar num post – e Cara adora umas tatuagens – aqui vão algumas das tattoos que ela estampa no corpo. Cara tem um leão no dedo indicador (ela é leonina, só podia). Na lateral da mão estão suas iniciais, CJD, e a tatuagem no pé é a minha preferida. Não só porque diz Made in England, mas porque ela fez no pé, e achei que a frase combinou com a escolha do lugar de um jeito engraçadinho que é a cara dela. Ela tatuou no famoso estúdio BangBang em NY, e é tão habitué que já tatuou seu próprio tatuador (aham!).

Captura de Tela 2013-11-12 às 00.02.21

Umas últimas fotos, pra terminar, já que contra fatos não há argumentos. Cara é realmente tudo isso que estão dizendo.

She’s all that!

Em homenagem ao filme dos anos 90, ninguém merece tanto esse título quanto Blake Lively. Ela é talentosa e bem humorada, sem contar os 1,78m de beleza. Não a toa o papel de Serena van der Woodsen coube como uma luva para ela. Blake tem motivos de sobra para fazer inveja, mas é impossível. Há muito mais motivos para ama-la.

Captura de Tela 2013-08-29 às 21.25.40

Ela é a mais nova de 5 filhos, numa família em que quase todo mundo atua ou dirige alguma coisa. Seus irmãos são sempre coadjuvantes nas histórias mais engraçadas que conta nas entrevistas, como a vez em que foi levada para a prisão da Disney e banida de visitar o parque por um ano porque ela e o irmão, na saída do parque, transferiam os carimbos para as pessoas do lado de fora poderem entrar sem pagar.

Captura de Tela 2013-08-29 às 21.25.52

Quem vê Blake nas entrevistas se apaixona na hora por seu carisma. Ela é incrivelmente bonita, mas ao mesmo tempo tem o pé no chão e está sempre sorrindo. Ela morre de amores por sua cadelinha, Penny, uma mistura de maltês com poodle que ela carrega para todo lugar, inclusive sets de filmagem. Já foi garota propaganda da Chanel e da Gucci e é BFF de Christian Louboutin, de quem vira e mexe recebe, em casa, todos os sapatos das novas coleções!

Captura de Tela 2013-08-29 às 21.26.01

Aliás, Blake gosta de moda e dispensa personal stylist. Ela conta que ela mesma gosta de escolher o que vai vestir em cada ocasião. É uma fofa ou não é? Além disso é extremamente discreta e ligada à família, e casou-se com Ryan Reynolds numa cerimônia para 70 pessoas escondida da mídia, na linda Boone Hall Plantation. A decoração foi simples mas impecável, por Martha Stewart, e confesso que é exatamente assim que sonho com meu casamento.

Blake é realmente tudo isso. Tem como não se apaixonar?

Out and ABalti

Uma criança de 7 anos poderia bolar um título melhor que o meu trocadilho, mas vocês sabem que sou ruim com títulos e se entram aqui é porque me aceitam mesmo assim.Captura de Tela 2013-06-23 às 23.30.53

É tarefa mais que árdua integrar minha lista de girl crushes. Miranda Kerr tem título vitalício, e é preciso alcançar o mesmo nível – olha a dificuldade – para chegar lá também. Mas ela conseguiu: Bianca Balti ganhou um espaço especial na minha lista – e no meu Pinterest, diga-se de passagem.

Captura de Tela 2013-06-23 às 23.31.14

Ela é italiana, tem 29 anos, uma filha e um corpo para dançar lambada na cara das pessoas que furam a academia, como eu. Como se não bastasse, ainda tem um estilo fora das passarelas que poucas têm, e que eu adoro. Se Miranda Kerr fosse italiana, assim seria:

Captura de Tela 2013-06-23 às 23.31.03

Pra começar que nem de cara lavada ela fica menos bonita. Parece que nem se esforça, e com essa beleza nem precisaria, mas a verdade é que Bibi – a íntima – sabe das coisas. Menos é mais, e até o jeans com jeans ela consegue deixar clean. Pode isso, Arnaldo Gloria?

Captura de Tela 2013-06-23 às 23.31.30

PÁ, na cara da sociedade. Bi já fez campanhas para D&G (pela qual é mais reconhecida), Donna Karan, La Perla, Dior, Valentino, Guerlain, Mango e a lista é interminável. Também pudera. Lembro que a primeira indagação que me fiz (num Domingo não muito produtivo, admito) foi algo do tipo mas com essa cara e esse corpo, Bibi é material de Victoria’s Secret!! Fui pesquisar e nem no vestibular acertei tão no chute. Ela agraciou as passarelas da VS em 2005.

Captura de Tela 2013-06-23 às 23.32.09

Só Bibi para segurar micro saia + batom vermelho com a filha a tira-colo sem aparentar piriguetagem. Bibi e Miranda, quem sabe Gisele, apenas. Esse talento é para poucas. Ela não fica ruim com nada, minha gente. Típica pessoa que pode vestir um saco de batatas sem ser julgada. Triste ver como os genes às vezes se combinam de forma injusta com o resto da humanidade.

Captura de Tela 2013-06-23 às 23.31.21

E para quem está se perguntando, ainda sou hétero 🙂 é que quando a gente se depara com uma mulher tão bonita com senso estético apurado, é difícil conter a emoção. Girl crush é a expressão mais certa que me vem à cabeça nessas horas. It girl sem tirar nem por, figurinha carimbada da pastinha de inspirações, VIP nos boards do Pinterest. Bianca merece.

Lip Stain, Aria e PLL…

Quando resolvi dar uma chance à Pretty Little Liars, não muito depois da estréia, em 2010, foi paixão ao primeiro play. Lembro que na época assisti aos 8 episódios que já tinham ido ao ar num único dia, e além do enredo interessante, do guarda roupa caprichado e do Mr. Fitz <3, PLL também me trouxe 2am Club, a banda que me foi apresentada pela série e hoje é uma das minhas preferidas.

Captura de Tela 2013-06-20 às 23.28.42

Cortando o papo que isso aqui é um blog de moda, e não de churumelas, de cara me apaixonei por Aria, a personagem da fofíssima Lucy Hale. Aria dá uns pegas no professor (e quem não ia Ian??) e tem a cor de boca mais perfeita dos seriados de tv.

Oi? É isso mesmo. A maquiadora da série deve ter sido muito legal com ela, porque Aria Montgomery ganhou com os batons mais legais do camarim. Aliás batons não, lip stain.

Captura de Tela 2013-06-20 às 23.28.22

Os tons variam do pink ao cor de boca, passando pelo avermelhado, sempre com a leveza característica desses tipos de produto, que bem diferem dos batons. Dá para alcançar o mesmo resultado passando o batom nos dedos e aplicando leves batidinhas na boca, mas é sabido por aí (mentira, vi num vídeo) que Aria usa os Chubby Sticks, da Clinique.

Captura de Tela 2013-06-20 às 23.28.31

A grande diferença é que os lip stains são feitos para “manchar” os lábios, para dar essa aparência de que a cor é natural e de que não há muita cobertura, muito menos brilho. Perfeitos para maquiagens mais naturais ou para combinar com um olho-tudo de festa.

Captura de Tela 2013-06-20 às 23.28.12

Depois que descobri os lip stains, com PLL, nunca mais voltei direito para os batons comuns. Tenho uns e uso de vez em quando, mas no dia a dia é sempre a canetinha. Não acho que resseca os lábios, mas sempre antes de passar aplico um chapstick incolor, já virou até mania. Acho que o resultado fica bem melhor.

Captura de Tela 2013-06-20 às 23.28.53

Das marcas disponíveis por aí, praticamente todas têm sua versão da canetinha. Os da Clinique são mais pigmentados, já que não são caneta, e sim um lápis super gordinho e macio. Tenho o da Maybelline também e amo, principalmente o rosinha/pink. Para mim ainda não inventaram nada melhor e mais fiel à cor de boca. Por mim compraria um de cada, mas essas coisinhas têm preço de batom normal, e aí não dá para abusar.

Da próxima vez que passar pelo corredor de maquiagens, dê atenção especial às canetinhas. Elas podem acabar ganhando um lugar muito especial no seu coração, assim como Aria, PLL e o pedaço de mau caminho alemão do Mr. Fitz.

Sobre a arte das tatuagens

Taí uma coisa que nunca me interessou: tatuagens. Nunca tinha tido vontade de fazer uma, e a vida inteira achei que um corpo sem tatuagens era muito mais bonito. Até mais ou menos um ano atrás, quando me bateu uma vontade louca de fazer uma. Mas como assim?

Cheguei a comentar com algumas pessoas e a ir ao estúdio pronta para minha primeira tattoo, mas fui instruída pelo tatuador a voltar depois do intercâmbio, já que minha primeira passagem seria em Barcelona (= praia, sol, mar; uma combinação terrível para tatuagem recém-feita). E quando achei que ia desistir da ideia no meio do caminho, acabei com ainda mais vontade de fazer uma.

Captura de Tela 2013-03-10 às 22.17.27

O lugar já foi escolhido: nas costelas! Sim, já falei com uma porção de gente que tem tatuagem e todos me disseram que é o pior lugar para se fazer, pela dor (até o próprio tatuador me disse isso), mas não sosseguei. É lá que quero e é lá que vou fazer.

A segunda coisa que quero é que seja uma tatuagem delicada. Vi tantas por aí que até salvei como inspiração, uma mais legal que a outra. Salvo exceções, acho que mulheres combinam mais com tatuagens mais finas e menores, seja uma frase especial ou um desenho que signifique bastante (porque tatuagem sem significado é, na minha opinião, totalmente dispensável).

Captura de Tela 2013-03-10 às 22.17.46

Sim, eu poderia trabalhar mais no post e alongar o papo, mas a verdade é que não só não há muito o que se falar sobre a minha (futura) tatuagem como também hoje eu to numa preguiça infinita. Eu podia falar sobre homens, sobre cropped shirts (quem sabe numa próxima) ou sobre como se dão nomes esquisitos aos esmaltes, mas eu resolvi falar sobre tatuagem e enrolar o parágrafo inteiro sem ninguém perceber.

E por fim, se alguém por aí já fez ou pensa em fazer uma, conselhos são sempre bem vindos (menos aqueles sobre não se fazer nas costelas, porque eu mudo de opinião como eu mudo de hábitos alimentares, ou seja, praticamente nunca)

RED

Nunca imaginei que um dia faria um post sobre Taylor Swift. Mas também, já achei que nunca tanta coisa que para manter a palavra hoje em dia é melhor nem dizer nunca. Confuso?

Sempre achei ela meio super sem sal. Sempre com o mesmo cabelo, mesmo estilo de roupa e tudo mais. Bonitinha, sim. E nunca erra. Mas também nunca olhei uma foto dela e achei incrível. Até que ela lançou um novo CD.

1

Com RED vieram músicas novas, roupas novas, cabelos novos e até uma atitude diferente. Parece papo de revista (e meio que é, li uma entrevista com ela, final do ano passado, nessa linha), mas a verdade é que ela finalmente mudou para melhor.

2

Hooray! A franja é bem controversa, mas vou dizer que eu amo, porque faz com que ela finalmente faça escova no cabelo. Eu, pelo menos, não aguentava mais o crespo. Os vestidos ficaram mais decotados, as cores mais fortes, até a pose mudou. Tem até uma criatura de verde na última foto morrendo de inveja huhu

3

E para tudo para um dos vestidos mais bonitos de todos os tempos. Esse segundo nude da montagem é meu preferido. E eu realmente to gostando do cabelo. Dizem que pela divulgação do CD – e pela nova fase, vai saber – Taylor agora só quer saber de vermelho. To sentindo uma vibe 😉 (e essa foi a pior frase de todos os tempos, mas achei pertinente).

4

Olhando de perto, não sei como ela consegue ter a pele tão perfeita. A maquiagem tá sempre impecável, nem um borrão, nem um deslize, não importa o quão HD seja a câmera. Sinceramente, namorar 23 caras em um ano deve fazer bem.

E, sim. Eu ouvi o CD. E pelas contas do meu iTunes, ouvi I Knew You Were Trouble 37 vezes. Hoje.

Não me julguem.