Out and ABalti

Uma criança de 7 anos poderia bolar um título melhor que o meu trocadilho, mas vocês sabem que sou ruim com títulos e se entram aqui é porque me aceitam mesmo assim.Captura de Tela 2013-06-23 às 23.30.53

É tarefa mais que árdua integrar minha lista de girl crushes. Miranda Kerr tem título vitalício, e é preciso alcançar o mesmo nível – olha a dificuldade – para chegar lá também. Mas ela conseguiu: Bianca Balti ganhou um espaço especial na minha lista – e no meu Pinterest, diga-se de passagem.

Captura de Tela 2013-06-23 às 23.31.14

Ela é italiana, tem 29 anos, uma filha e um corpo para dançar lambada na cara das pessoas que furam a academia, como eu. Como se não bastasse, ainda tem um estilo fora das passarelas que poucas têm, e que eu adoro. Se Miranda Kerr fosse italiana, assim seria:

Captura de Tela 2013-06-23 às 23.31.03

Pra começar que nem de cara lavada ela fica menos bonita. Parece que nem se esforça, e com essa beleza nem precisaria, mas a verdade é que Bibi – a íntima – sabe das coisas. Menos é mais, e até o jeans com jeans ela consegue deixar clean. Pode isso, Arnaldo Gloria?

Captura de Tela 2013-06-23 às 23.31.30

PÁ, na cara da sociedade. Bi já fez campanhas para D&G (pela qual é mais reconhecida), Donna Karan, La Perla, Dior, Valentino, Guerlain, Mango e a lista é interminável. Também pudera. Lembro que a primeira indagação que me fiz (num Domingo não muito produtivo, admito) foi algo do tipo mas com essa cara e esse corpo, Bibi é material de Victoria’s Secret!! Fui pesquisar e nem no vestibular acertei tão no chute. Ela agraciou as passarelas da VS em 2005.

Captura de Tela 2013-06-23 às 23.32.09

Só Bibi para segurar micro saia + batom vermelho com a filha a tira-colo sem aparentar piriguetagem. Bibi e Miranda, quem sabe Gisele, apenas. Esse talento é para poucas. Ela não fica ruim com nada, minha gente. Típica pessoa que pode vestir um saco de batatas sem ser julgada. Triste ver como os genes às vezes se combinam de forma injusta com o resto da humanidade.

Captura de Tela 2013-06-23 às 23.31.21

E para quem está se perguntando, ainda sou hétero 🙂 é que quando a gente se depara com uma mulher tão bonita com senso estético apurado, é difícil conter a emoção. Girl crush é a expressão mais certa que me vem à cabeça nessas horas. It girl sem tirar nem por, figurinha carimbada da pastinha de inspirações, VIP nos boards do Pinterest. Bianca merece.

Anúncios

Lip Stain, Aria e PLL…

Quando resolvi dar uma chance à Pretty Little Liars, não muito depois da estréia, em 2010, foi paixão ao primeiro play. Lembro que na época assisti aos 8 episódios que já tinham ido ao ar num único dia, e além do enredo interessante, do guarda roupa caprichado e do Mr. Fitz <3, PLL também me trouxe 2am Club, a banda que me foi apresentada pela série e hoje é uma das minhas preferidas.

Captura de Tela 2013-06-20 às 23.28.42

Cortando o papo que isso aqui é um blog de moda, e não de churumelas, de cara me apaixonei por Aria, a personagem da fofíssima Lucy Hale. Aria dá uns pegas no professor (e quem não ia Ian??) e tem a cor de boca mais perfeita dos seriados de tv.

Oi? É isso mesmo. A maquiadora da série deve ter sido muito legal com ela, porque Aria Montgomery ganhou com os batons mais legais do camarim. Aliás batons não, lip stain.

Captura de Tela 2013-06-20 às 23.28.22

Os tons variam do pink ao cor de boca, passando pelo avermelhado, sempre com a leveza característica desses tipos de produto, que bem diferem dos batons. Dá para alcançar o mesmo resultado passando o batom nos dedos e aplicando leves batidinhas na boca, mas é sabido por aí (mentira, vi num vídeo) que Aria usa os Chubby Sticks, da Clinique.

Captura de Tela 2013-06-20 às 23.28.31

A grande diferença é que os lip stains são feitos para “manchar” os lábios, para dar essa aparência de que a cor é natural e de que não há muita cobertura, muito menos brilho. Perfeitos para maquiagens mais naturais ou para combinar com um olho-tudo de festa.

Captura de Tela 2013-06-20 às 23.28.12

Depois que descobri os lip stains, com PLL, nunca mais voltei direito para os batons comuns. Tenho uns e uso de vez em quando, mas no dia a dia é sempre a canetinha. Não acho que resseca os lábios, mas sempre antes de passar aplico um chapstick incolor, já virou até mania. Acho que o resultado fica bem melhor.

Captura de Tela 2013-06-20 às 23.28.53

Das marcas disponíveis por aí, praticamente todas têm sua versão da canetinha. Os da Clinique são mais pigmentados, já que não são caneta, e sim um lápis super gordinho e macio. Tenho o da Maybelline também e amo, principalmente o rosinha/pink. Para mim ainda não inventaram nada melhor e mais fiel à cor de boca. Por mim compraria um de cada, mas essas coisinhas têm preço de batom normal, e aí não dá para abusar.

Da próxima vez que passar pelo corredor de maquiagens, dê atenção especial às canetinhas. Elas podem acabar ganhando um lugar muito especial no seu coração, assim como Aria, PLL e o pedaço de mau caminho alemão do Mr. Fitz.

Na cabeça

Captura de Tela 2013-06-02 às 23.08.06

A vida é movida por impulsos consumistas (CHÁVEZ, Hugo). Quase nunca a gente precisa, nem sempre vai realmente usar, mas uma voz interior nos diz canta em ritmo de batuque que, mesmo assim, temos que ter. Nas últimas viagens que fiz voltei com umas aquisições novas para casa: chapéus. (mais de um, porque impulso que é bom vem em quantidade).

Não tenho muita certeza, mas acho que foi depois de ver essas fotos de Rosie Huntington-Whiteley que meu coração se abriu para eles:

Captura de Tela 2013-06-02 às 23.09.02

Não tem dia ruim para chapéu + óculos escuros. Eles aceitam cara de sono, cara lavada, cara de quem passou 11h num avião ou de quem foi atropelada por uma bicicleta (ou quase isso). E sempre parece que a gente se esforçou para se vestir naquele dia. Aliás, Rosie tá linda nessas fotos ou o quê?

Captura de Tela 2013-06-02 às 23.08.19

Chapéu dá um ar relaxado, cara de férias, cara de quem tá de bem com a vida huhu. Pode ser maluquice minha, mas essa é a sensação que tenho. Acho que sai do lugar comum e fica uma graça, tanto na praia, obviamente, como no dia-a-dia, com calça jeans, cinto, camiseta, na maior despretensão fingida (porque ninguém usa chapéu despretenciosamente, vai).

Captura de Tela 2013-06-02 às 23.08.42

Dá pra abraçar o folk com tudo e colocar estampa étnica, franja e camurça, ou dá pra deixar sutil, numa roupa normal, como vestido, shorts ou calça jeans e camiseta.

Captura de Tela 2013-06-02 às 23.08.32

Esse preto com corrente dourada é lindo e eu queria pra já. Até com uma roupa super arrumada e moderna fica legal, sabendo segurar. Particularmente gosto de chapéu estilo fedora (aliás, existem milhares de tipos de chapéus e nomes específicos, fui atrás e nem acreditei!), mas vai do estilo de cada uma, e variações não muito excêntricas são sempre bem vindas.

Captura de Tela 2013-06-02 às 23.09.17

Candice Swanepoel fofíssima no aeorporto (?) como quem acabou de sair da praia. Precisa de mais?

Até agora limitei minhas produções a praias, viagens e aeroportos. Ainda não saí assim num sábado qualquer pelas ruas de Stuttgart – também o tempo nem ajuda e só chove, e chapéu com chuva é triste. Quem sabe das próximas vezes. Quem sabe num look do dia (mentira, apaga essa última parte).